A forma como o BYD Dolphin mexeu com o mercado de carros elétricos em 2023 fez muitos planos mudarem dentro das suas concorrentes. De um lado, uma redução de preços principalmente dos elétricos mais baratos ou de porte semelhante. Do outro, a aceleração de lançamentos que estavam planejados para o futuro. Este foi o caso da GWM com o Ora 03.

OGWM Ora 03 Skin é a versão do compacto elétrico que pode plantar dúvidas na cabeça de alguém que veja o Dolphin nas tardes de domingo. Por R$ 150 mil, chama a atenção pelas ruas com seu estilo que mistura modernidade e retrô, além dos 171 cv e o pacote bem completo de equipamentos, principalmente assistentes de condução. Mas não são apenas qualidades.

GWM Ora 03 Skin (teste BR)

Gato descolado na tomada

Na Europa, o Ora 03 era chamado de Ora Funky Cat, ou Gato Descolado, que remete ao seu visual - mudará para 03 também por lá. De fato, a dianteira com os faróis redondos remetem aos olhos do bichano e deixa tudo bem simpático. Não foram raros os smartphones que percebi tirando fotos do Ora no trânsito e quantas pessoas o olhavam curiosas. Até a traseira com as lanternas escondidas no vidro traseiro é bem mais simpática pessoalmente que pelas fotos.

A estratégia da GWM para a versão de entrada do 03 é interessante. Tem o mesmo motor elétrico de 171 cv e 25,5 kgfm de torque do GT, além de manter o pacote de assistentes bem completo, mas colocou uma bateria menor, com 47,8 kWh (45,4 kWh úteis) ante o conjunto de 63,1 kWh (59,3 kWh úteis) do mais caro. Outros itens, como o visual esportivo e o teto-solar panorâmico, também somem da lista para reduzir o preço.

GWM Ora 03 Skin (teste BR)
GWM Ora 03 Skin (teste BR)
GWM Ora 03 Skin (teste BR)

E justamente por ser vendido na Europa que a GWM teve um cuidado com o Ora 03. Para brigar com Peugeot, Renault, Volkswagen e outras empresas locais, não poderiam errar na construção e acabamentos do Ora 03. Alguns desses temos no Brasil e, apesar de mais caros, não deixam de ser referência para analisar o elétrico chinês. 

Além do visual, o Ora 03 Skin se destaca pelo acabamento. Na parte superior, bom material suave ao toque, enquanto a inferior com plásticos rígidos não deve na qualidade e na montagem. O que podemos reclamar é que a cor do interior está diretamente ligada ao exterior - ou seja, se quiser o interior preto, mais discreto, terá que comprar o Ora 03 Skin preto. Em design, buscou uma inspiração nos Mini Cooper com os botões centrais e uma boa dose de alumínio no contorno de algumas peças. 

GWM Ora 03 Skin (teste BR)

Inspirado em casos reais

Não existe mais uma grande diferença de qualidade de construção tão perceptiva entre um chinês e um carro de marca tradicional. No Ora 03, as peças estão alinhadas, bem feitas e com a impressão de qualidade. Dá para ver o pacote de baterias embaixo do carro, protegidas por uma caixa metálica contra impactos - a base do Ora 03 é modular e vai também para modelos a combustão. 

O Ora 03 tem 4.235 mm de comprimento e 2.650 de entre-eixos, dimensões próximas a de um T-Cross, por exemplo. As linhas arredondadas nas fotos podem não passar isso, mas é relativamente grande para um compacto, já se aproximando ao que era um hatch médio, como o Chevrolet Cruze Sport6 (4.448 mm de comprimento e 2.700 mm de entre-eixos). O Peugeot e-208, por exemplo, é menor que ele com seus 4.055 mm de comprimento e 2.538 mm entre os eixos. 

GWM Ora 03 Skin (teste BR)

É muito obvio que a GWM usou os europeus para desenvolver o Ora 03. O ajuste de suspensão e direção não tem nada a ver com os elétricos chineses, com respostas mais diretas e um conjunto mais firme e com menor rolagem de carroceria. O volante grande, sem ajuste de profundidade nesta versão e um pouco descentralizado, tira um pouco do brilho de uma condução mais animada, mas não o suficiente para se tornar um grande problema. No dia a dia, é leve e confortável e, em velocidades mais altas, só poderia ter um pouco mais de peso para ficar como o e-208, uma boa referência neste quesito. 

No motor dianteiro, são 171 cv e 25,5 kgfm de torque, números de respeito para um hatch de 1.540 kg. Ao lado esquerdo do volante, o seletor de modos de condução é parte importante. Ali, até o Eco ainda dá um bom desempenho no uso diário, mesmo com acelerador mais amansado e respostas limitadas. Um modo Auto pode ajustar automaticamente o conjunto, mas o mais eficiente não apaga demais o Ora 03, principalmente na cidade.

GWM Ora 03 Skin (teste BR)
GWM Ora 03 Skin (teste BR)
GWM Ora 03 Skin (teste BR)

No modo Esportivo, o acelerador fica mais sensível e o motor joga potência mais fácil no chão. Pise fundo e ele destraciona com vontade as rodas de 18" com pneus 215/50, relativamente largos para um hatch. No nosso teste, o 0 a 100 km/h em 7,5 segundos o faz andar junto com um Fiat Pulse Abarth, de 185 cv no 1.3 turbo, com a vantagem da potência e torque em qualquer momento de um elétrico. Por questão pessoal, pediria uma suspensão só um pouco mais firme no Ora 03, mas já deixaria o conjunto perto do desconfortável pro uso diário.

Só que cavalo que anda, cavalo que bebe, ou neste caso, usa energia. Com 6,1 km/kWh no nosso teste urbano, o Ora 03 Skin não é um exemplo de eficiência, mas não podemos esquecer que são 171 cv neste jogo. Com o conjunto de baterias do Skin, são 277 km de autonomia no ciclo urbano, número superior aos 232 km pelo Inmetro, com concorrentes acima dos 300 km. Sua capacidade de recarga é de 11 kW em AC e 64 kW em DC, números bons pelo tamanho da bateria. 

GWM Ora 03 Skin (teste BR)
GWM Ora 03 Skin (teste BR)
GWM Ora 03 Skin (teste BR)
GWM Ora 03 Skin (teste BR)
GWM Ora 03 Skin (teste BR)

Teimosia chinesa

Gostei do Ora 03 Skin no uso diário. Até o espaço interno é bom e com boas soluções, como o piso plano para os ocupantes traseiros, apesar de ainda colocar os joelhos em posição alta para acomodar as baterias no assoalho. O porta-malas de 228 litros é o ponto mais limitante se o comprador vier de outro hatch ou de um SUV tradicionais para o Ora 03. O conjunto motor/suspensão/direção é equilibrado, na medida entre conforto e dirigibilidade, e basta destravar o carro para ele já ligar o motor, multimídia e ar-condicionado. Para desligar, tranque o carro ou acione um botão a esquerda do volante.

Em conectividade, o sistema multimídia de 10,25" é rápido, com espelhamentos sem fios eficiente. Poderia ter uma porta USB-C para a recarga do smartphone, que é mais rápida que a USB normal no painel - a indução ficou apenas no GT. A chave presencial também poderia ter um visual mais refinado e não tão simples. O painel de 10,25" tem boa resolução, mas faltou melhorar o uso do computador de bordo, um pouco confuso e que pede costume com os botões no volante.

Isso faz parte da teimosia chinesa na usabilidade dos sistemas. Está usando o espelhamento? Vai ter que sair do app para regular a temperatura do ar-condicionado, que tem botões apenas para ligar ou desligar no painel - mais uma vez, uma pequena aba na lateral ou abaixo para essa função não prejudicaria o espelhamento em uma tela grande. Nos assistentes, o piloto automático adaptativo funciona bem, com leitor de placas, pedestres e ciclistas, mas há um certo desespero do alerta de saída de faixas, que tem um volume considerável do alerta sonoro. Poderia ter um ajuste mais suave. 

Isso estraga o GWM Ora 03 Skin? De jeito nenhum. Por R$ 150 mil, é o dono do pacote mais completo de assistentes de condução, como alerta de tráfego traseiro, alerta de abertura de portas, monitor de pontos cegos, entre outros, e com uma boa potência e o ajuste de conjunto mais europeu entre os chineses, o que pode agradar quem está acostumado com modelos das marcas tradicionais. A autonomia pode ser uma questão diante da concorrência desta faixa de preços, então analise bem seu dia a dia antes da compra. 

Fotos: Mario Villaescusa (para o Motor1.com/InsideEVs)

GWM Ora 03 Skin

Motor elétrico Motor elétrico síncrono de ímã permanente, dianteiro
Potência e torque171 cv e 25,5 kgfm
SuspensãoMcPherson na dianteira, eixo de torção na traseira; rodas de 18" com pneus 215/50
Comprimento e entre-eixos4.235 mm; 2.650 mm
Largura1.825 mm
Altura1.603 mm
Peso1.540 kg em ordem de marcha
Bateria47,8 kWh (45,4 kWh úteis)
Tempo de recarga11 kW (AC), 64 kW (DC)
Capacidadesporta-malas: 228 litros
Preço de entradaR$ 150 mil
Aceleração0 a 60 km/h: 3,6 s; 0 a 80 km/h: 5,2 s; 0 a 100 km/h: 7,5 s
Retomada40 a 100 km/h (em S): 5,1 s; 80 a 120 km/h (em S): 5,6 s
Autonomia elétrica6,1 km/kWh (277 km)