Mais uma novidade interessante é revelada no mercado chinês. Trata-se do SUV elétrico compacto Baojun Yep Plus, uma versão maior e mais equipada do Yep, um modelo com proposta urbano e estilo robusto para atrair o público mais jovem. 

Enquanto o Yep duas portas foi apresentado em meados do ano passado, o Baojun Yep Plus tem previsão de chegar ao mercado no primeiro trimestre de 2024. A versão Plus se destaca pelo comprimento maior, configuração 5 portas e uma bateria de maior capacidade, que segundo a montadora oferecerá autonomia de 401 km pelo ciclo chinês CLTC. 

Baojun Yep Plus (1)

Vale mencionar que a Baojun é uma marca exclusiva de carros elétricos urbanos que são produzidos pela joint venture SGWM formada pela chinesa SAIC, Wuling e americana General Motors.

Enquanto o Baojun Yep tinha apenas 3,38 metros de comprimento, 2.110 mm de entre-eixos um motor elétrico de 68 cv (50 kW) e autonomia de 300 km, o Yep Plus ficou maior e mais potente: a novidade mede 3,99 metros e possui 2,56 metros de entre-eixos, com um motor elétrico traseiro de 101 cv (75 kW), 400 km de alcance e velocidade máxima de 150 km/h.

Galeria: Baojun Yep Plus

O Baojun Yep Plus segue a linguagem de design da versão de três portas. Ele tem colunas escurecidas, teto branco e balanços curtos. Na traseira, mantém o porta-malas basculante.

A Baojun se refere ao exterior do Yep como um design Square Box, enquanto o interior é chamado de JoyBox. O painel possui uma tela dupla de 10,25", que serve como quadro de instrumentos digital e tela do sistema de informação e entretenimento, que roda um sistema operacional chamado KiOS, combinado com o sistema ADAS desenvolvido pela DJI, chamado LingXi. Esse último permite suporte ao estacionamento automatizado e ao assistente de permanência em faixa. O mini SUV também é equipado com uma câmera de 360 graus.

Painel de controle do Baojun Yep de 2023

Interior do Baojun Yep

OBaojun Yep Plus chegará ao mercado chinês no 1º trimestre de 2024 mas ainda não teve o preço divulgado. A imprensa chinesa fala em algo na casa dos 150.000 yuans, o equivalente a R$ 101 mil em uma conversão direta. Com todas essas características seria uma opção interessante para o Brasil?

Fonte:CarNewsChina