A Ford anunciou a construção de uma nova fábrica de baterias nos Estados Unidos. Localizada em Marshall, Michigan, a unidade produzirá baterias de fosfato-lítio-ferro (LFP) para sua linha de veículos elétricos, incluindo os modelos F-150 Lightning e Mustang Mach-E. 

A nova fábrica, chamada BlueOval Battery Park Michigan, empregará 2.500 trabalhadores quando iniciar suas operações em 2026 e será capaz de adicionar 35 GWh de capacidade de baterias LFP ao portfólio da Ford, o que é suficiente para alimentar aproximadamente 400.000 veículos elétricos.

Esse projeto é fruto de um novo acordo com a Contemporary Amperex Technology Co., Limited (CATL), o fabricante chinês líder mundial de baterias. Sob o acordo, a subsidiária integral da Ford fabricaria as células de bateria usando o conhecimento e os serviços de células de bateria LFP fornecidos pela CATL.

ford-lfp-battery-cells

Célula de bateria LFP

ford-ncm-pouch-cells

Células de bateria NCM

Além disso, ao oferecer LFP como uma segunda química de bateria, além do níquel-cobalto manganês (NCM), a Ford ampliará as possibilidades de aplicação para seus veículos elétricos com diferentes características. 

Em termos práticos, as baterias LFP são muito duráveis e toleram uma carga mais frequente e rápida, ao mesmo tempo em que utilizam menos materiais de alta demanda e de alto custo. Esta bateria de menor custo, em escala, ajudará a Ford a conter ou mesmo reduzir ainda mais os preços dos seus carros elétricos. 

2022 Ford Mustang Mach-E Ice White Edition

Com este investimento de US$ 3,5 bilhões, a Ford e seus colaboradores em tecnologia de baterias anunciaram US$ 17,6 bilhões em investimentos na produção de veículos elétricos e baterias nos Estados Unidos desde 2019, como parte do compromisso da empresa de investir mais de US$ 50 bilhões em veículos elétricos globalmente até 2026.

A Ford está trabalhando para atingir uma produção anual de 600.000 veículos elétricos globalmente até o final deste ano e 2 milhões globalmente até o final de 2026, como parte de seu plano Ford+ para a transição energética. 

Mesmo antes da abertura da nova fábrica anunciada, a Fordintroduzirábaterias LFP no Mustang Mach-E este ano e no F-150 Lightning em 2024 para aumentar a capacidade de produção, com o objetivo de reduzir os tempos de espera dos clientes. Vale lembrar que o Mach-E está confirmado para o Brasil e deve ser lançado por aqui no primeiro semestre de 2023.

Este novo anúncio mostra que as montadoras estão se posicionando para ter maior controle sobre a produção e fornecimento de baterias para seus EVs. Um movimento que, no caso dos Estados Unidos, já tem relação direta com a nova Inflation Reduction Act, a nova lei de incentivos elaborada pelo governo Biden e que tem como objetivo impulsionar a produção local e o mercado de veículos elétricos, baterias e insumos.