A BMW anunciou o início das operações de sua linha de montagem de células de combustível na fábrica de Munique, na Alemanha. A nova unidade ficará a cargo da montagem do sistema de propulsão que equipará o BMW iX5 Hydrogen, variante movida a hidrogênio do SUV médio.

Esta tecnologia é um dos elementos centrais do BMW iX5 Hydrogen, que entrará em fase de testes e demonstração em todo o mundo a partir do final deste ano. A combinação de célula de combustível e bateria de alto desempenho vai enriquecer o portfólio da empresa, adicionando uma nova opção de propulsão para o segmento premium.

“Como uma fonte de energia versátil, o hidrogênio tem um papel fundamental no caminho para a neutralidade climática. E ganhará substancialmente em importância no que diz respeito à mobilidade pessoal. Achamos que os veículos movidos a hidrogênio estão tecnologicamente posicionados de forma ideal para se encaixar aos veículos elétricos e completar o quadro de mobilidade elétrica”, disse Oliver Zipse, Presidente do Conselho de Administração da BMW AG.

“Ao iniciar a produção em pequena escala de células de combustível hoje, estamos demonstrando a maturidade técnica desse tipo de sistema de acionamento e destacando seu potencial para o futuro”, reforça o executivo.

Galeria: Produção de sistemas BMW iX5 de células de combustível de hidrogênio

OBMW iX5 Hydrogen possui um sistema de propulsão que usa hidrogênio como combustível, convertendo-o em eletricidade na célula de combustível e fornecendo uma potência elétrica de até 125 kW (170 cv). Vale lembrar que o veículo gera apenas vapor de água, com zero emissão de CO2.

O motor atua como um gerador nas fases de desaceleração e frenagem, alimentando a bateria. A energia armazenada na bateria também é liberada durante a condução de forma mais esportiva, proporcionando uma potência total de 275 kW (374 cv).

Ohidrogênio é armazenado em dois tanques de fibra de carbono (CFRP), que juntos comportam quase seis quilos do gás e levam no máximo quatro minutos para serem cheios por completo.

Produção de sistemas de células de combustível BMW iX5 hidrogênio

Parceria com a Toyota

O BMW Group recebe as células de combustível individuais necessárias para a produção da Toyota Motor Corporation. Ambas as empresas se apoiam em muitos anos de cooperação confiável e têm trabalhado juntas em unidades de células de combustível desde 2013.

A produção dos sistemas de células de combustível ocorre em duas etapas essenciais. Primeiro, as células de combustível individuais são agrupadas no que é chamado pilha de células de combustível. Na etapa seguinte, todos os outros componentes são montados em um sistema completo de células de combustível.