Bubble Beauty

Bubble Beauty - Carro elétrico da Mercedes bate um novo recorde

Mercedes Vision EQXX vai de Stuttgart a Silverstone, onde fez 11 voltas no circuito com um consumo médio de apenas 8,3 kW/100 km

O Mercedes Vision EQXX que percorre a distância recorde de 1.202 km com uma única cargaO Mercedes Vision EQXX que percorre a distância recorde de 1.202 km com uma única carga

Quando o Mercedes Vision EQXX estabeleceu o recorde anterior de quilometragem com uma carga, viajando da Alemanha para a Côte d'Azur por mais de 1.000 km sem parar para recarregar, ele cruzou a linha de chegada com uma autonomia restante de 140 km.

Mas desta vez o conceito da marca da estrela de três pontas fez ainda melhor, chegando a viajar 1.202 km sem a necessidade de receber elétrons. Em busca de um novo recorde, o Vision EQXX saiu de Stuttgart e foi até Silverstone, no Reino Unido, passando pela França, por Calais, e depois pelo Eurotúnel para chegar ao famoso circuito de Fórmula 1.

Diferentes desafios

Em comparação com o desafio anterior, o Vision EQXX teve que enfrentar um caminho diferente. Não se caracterizou mais pelas subidas e descidas das estradas alpinas onde trabalhou acelerador e regeneração de energia; viajou em uma pista mais plana, mas com temperaturas mais altas, que atingiram 30 graus Celsius. E com ar condicionado ligado durante as 8 horas da viagem.

Além disso, passando perto de grandes cidades como Stuttgart e Londres, ele teve que controlar a tocada em condições de tráfego mais intenso. Nessas situações, a eficiência do sistema de resfriamento desempenhou um papel primordial, permitindo que o carro seguisse sem aumentar excessivamente o consumo. Mas isso não é tudo: o Vision EQXX apresentou um Cx de apenas 0,17 e um peso de 1.750 kg durante toda a jornada.

Alimentado por um trem-de-força com uma bateria de 900 Volts de menos de 100 kWh e um motor elétrico de 245 cv, o carro chegou ao famoso circuito britânico onde o GP de Fórmula 1 é realizado com um número incrível: 8,3 kWh/100 km. Na tentativa recorde anterior, não havia ido além do valor de 8,7 kWh/100 km, melhorando nesse aspecto em cerca de 5%.

A jornada em poucas palavras

O carro, para percorrer os 1.202 km que o separam do destino final, levou 14 horas e 30 minutos, viajando a uma média de 83 km/h e atingindo uma velocidade máxima de 140 km/h.

O bacana é que, uma vez tendo chegado a Silverstone, perto da sede do Grande Prêmio Mercedes-Benz, a equipe que gerencia o programa esportivo na Fórmula 1, depois de uma rápida mudança de piloto que viu Adam Allsopp, diretor da divisão Mercedes-AMG HPP que trabalha com motores de corrida, sentar ao volante, o carro percorreu 11 voltas do circuito antes de finalmente cruzar a bandeira quadriculada.

Bubble Beauty Mapa do site