AFord anunciou que está quase dobrando a capacidade de produção da picape elétrica F-150 Lightning para 150.000 unidades por ano. A marca norte-americana também divulgou várias medidas para lidar com a demanda inesperada pelo novo produto.

Pelo que entendemos, essa taxa de produção será alcançada até o final de 2023. O CEO da Ford, Jim Farley, insinuou que a empresa dobrará a meta anterior de 80.000 unidades por ano há algumas semanas.

Ford Rouge Electric Vehicle Center
Ford Rouge Electric Vehicle Center
Ford Rouge Electric Vehicle Center

A produção da Ford F-150 Lightning acontecerá no novo Centro de Veículos Elétricos Rouge da Ford (parte do complexo Ford Rouge Center). Kumar Galhotra, presidente do The Americans & International Markets Group, Ford Motor Company disse:

"Com quase 200.000 reservas, nossas equipes estão trabalhando duro e criativamente para superar as restrições de produção, a fim de obter mais picapes F-150 Lightning nas mãos de nossos clientes. A realidade é clara: as pessoas estão prontas para uma F-150 totalmente elétrica e a Ford está fazendo todo o esforço para escalar nossas operações e aumentar a capacidade de produção."

A empresa explica que a flexibilidade é o principal objetivo para o sistema de produção e que um grupo ao estilo 'Força Tarefa' trabalha para impulsionar a produção:

"Para proporcionar este último aumento de produção planejado, uma pequena força-tarefa de funcionários de produção, compras, estratégia, desenvolvimento de produtos e planejamento de volume estão encontrando maneiras de se adaptar rapidamente e expandir a produção da picape inovadora.

A Ford está trabalhando com fornecedores-chave – bem como suas próprias instalações de produção Rawsonville Components Plant e Van Dyke Electric Powertrain Center – para encontrar maneiras de aumentar a capacidade de componentes de veículos elétricos, incluindo baterias, bandejas de baterias e sistemas de propulsão elétrica."

Ford F-150 Lightning - frente

Juntamente com mais de 200.000 unidades do Ford Mustang Mach-E por ano (a produção será triplicada), a capacidade total de fabricação de veículos totalmente elétricos deve chegar a 600,00 globalmente em 24 meses. Este ano, a empresa lançará também o Ford E-Transit e no cronograma está um ou dois modelos baseados em MEB (plataforma da Volkswagen) na Europa. 

Os pedidos serão retomados nesta semana e, como dito anteriormente, os convites aos titulares de reservas serão enviados por etapas. A primeira onda de convites será enviada na quinta-feira (6 de janeiro de 2022), cerca de sete meses após a revelação do Ford F-150 Lightning.

"Devido ao interesse sem precedentes dos clientes, a Ford está implementando um processo de reserva onda por etapas, e os titulares de reservas são convidados a assistir a um convite por e-mail da Ford, ou fazendo login em sua conta Ford.com. Para aqueles que não recebem convites para converter para o ano modelo 2022, haverá oportunidade de encomendar para os próximos anos-modelo no devido tempo."

A montadora está feliz em ver que mais de 75% dos titulares de reservas são clientes novos para a marca Ford. Um percentual muito alto dessas reservas deve se transformar em pedidos formais. A produção em série e as entregas para os clientes começarão no segundo trimestre de 2022. A versão de entrada começará custando US$ 39.974 (R$ 227.300) antes dos incentivos fiscais.

Ford F-150 Lightning

Pré-produção

De acordo com o último comunicado de imprensa, a Ford F-150 Lightning passa para a fase final de pré-produção. As picapes saem da linha para testes reais de durabilidade e alta quilometragem, o que resultará em uma quilometragem combinada de mais de 1 milhão de milhas - 1,6 milhão de quilômetros (o número diz respeito às picapes de nível de produção).

"A produção de F-150 Lightning esta semana entrou na fase final de pré-produção antes de acelerar a produção em massa das picapes elétricas para o varejo e F-150 Lightning Pro para clientes comerciais com entregas a partir desta primavera (outono no hemisfério sul). Essas picapes nível de produção serão usadas para testes em condições reais de clientes acumulando coletivamente 1 milhão de milhas."

Perspectiva

A Ford anunciou mais de US$ 30 bilhões de investimento em veículos elétricos até 2025 com a meta de se tornar a fabricante de veículos elétricos número 2 na América do Norte até o final de 2023 (atrás da Tesla). Depois disso, a empresa gostaria de buscar a primeira colocação.

O elemento mais importante do crescimento após 2023 serão os grandes investimentos em três novas fábricas de baterias no Tennessee e Kentucky e um novo ponto de produção no Tennessee para as picapes F-Series elétricas de próxima geração (baseadas em uma plataforma totalmente nova) por volta de 2025.